Onde a estaca nunca zera
Abre Aspas

Onde a estaca nunca zera

*Por Talita Guimarães Estão todos lá. Os ipês, as crianças, a primeira bicicleta, balões soltos no ar (que agora me fazem pensar “Pennywise, é você?”), a travessia da ponte, uma menina com as duas pernas engessadas, um homem comovido, o caminho, eu farejando recortes. E sentindo que já zerei meu álbum. Nada de novo para … Continue reading

Advertisement